Comentários

    Growth Hacking: entenda esse conceito que proporciona o crescimento de empresas pelo mundo

    Entenda o que é o Growth Hacking e saiba como sua aplicação pode fazer a diferença na prospecção de oportunidades e no crescimento da sua empresa.
    By Nathalia Pimentel

    Fazer uma empresa crescer, principalmente no mundo digital, é uma tarefa árdua. Exige dedicação, força de vontade e muita estratégia para combater a concorrência.

    O Growth Hacking, por exemplo, é uma excelente técnica que foi e está sendo usada por milhares de empreendedores em suas estratégias.

    Por se tratar de uma expressão, growth hacking não possui tradução literal para o português, portanto, o termo mais próximo para nossa língua é: Marketing orientado a experimentos. Ou seja, essa técnica permite que o empreendedor encontre oportunidades/espaço para garantir o sucesso da empresa, visando sempre o crescimento da mesma. Daí o nome:

    • Growth: crescimento;
    • Hacking: espaço, brecha, oportunidade.

    Algumas pessoas nunca ouviram falar em Growth Hacking e, por isso, talvez ache que é coisa para grandes empresas e start-ups modernas. Porém, o Growth Hacking pode gerar resultados em qualquer empresa que aplique essa técnica de forma correta.

    Se você ficou curioso e quer saber mais sobre Growth Hacking é só rolar para baixo:

    O que é Growth Hacking?

    O termo Growth Hacking foi desenvolvido por Sem Ellis, um dos primeiros profissionais de marketing do Dropbox, software de compartilhamento na nuvem.

    Ele ficou conhecido porque conseguia gerar bons resultados para as start-ups que passava. Tudo em um curto período de tempo.

    Basicamente, essa prática consiste em encontrar e explorar pequenos detalhes que, se acionados, são capazes de promover crescimento para a empresa. Esses detalhes só podem ser encontrados e explorados, por meio de pesquisa e análise de métricas de cada empresa.

    O que faz um Growth hacker?

    Inicialmente, toda vez Sean Ellis terminava um trabalho de consultoria nas empresas, ele percebia que elas não apresentavam mais aquele padrão de crescimento de antes. Por conta disso, Sean sentiu que, cada empresa precisaria de um profissional capaz de realizar o mesmo trabalho que ele, foi ai que surgiu o termo Growth hacker.

    Normalmente, esses profissionais são oriundos da área do marketing, mas para ser um growth hacker, é necessário entender mais do que as técnicas do marketing. O profissional precisa entender de metodologia de experimentos, processos, tecnologia e psicologia do consumidor.

    Saber cada detalhe da ação de compra, desde o momento do interesse do cliente até o fechamento do negócio é crucial para um growth hacker.

    Na maioria das empresas não existe um cargo específico para esse tipo de profissional. Geralmente, o Growth Hacker é mais um tipo de pensamento do que um cargo profissional.

    Quem deve aderir ao Growth Hacking?

    Se você possui uma start-up ou pretende montar uma empresa focada no mundo digital, o Growth Hacking é o que faltava para alavancar os seus resultados.

    Em um ambiente cada vez mais competitivo, elaborar novas ideias, a fim de proporcionar o crescimento do seu negócio, é mais do que apenas uma estratégia: é um dever!

    Melhor do que saber “quem deve aderir”, é saber “QUEM JÁ ADERIU E PRESENCIOU O CRESCIMENTO DE SUA EMPRESA ATRAVÉS DO GROWTH HACKING?”:

    • Facebook;
    • Airbnb;
    • LinkedIn;
    • Dropbox.

    E tantas outras empresas que registraram um crescimento real, em um curto período de tempo, através de inovações proporcionadas pelas técnicas de Growth Hacking.

    DICA:

    Se você pretende investir no mundo digital e deseja registrar um crescimento rápido e focado no desenvolvimento do seu negócio, abra os olhos para o Growth Hacking

    Categorias:
      Marketing  
    esse post foi compartilhado 0 vezes
     000
    Sobre

     Nathalia Pimentel

      (37 posts)