Comentários

    Como funciona a taxa de conversão no comércio eletrônico?

    By Nathalia Pimentel

    Taxa de conversão no comércio eletrônicoAinda vemos por aí muitas especulações em relação à taxa de conversão no comércio eletrônico. Mas nem tudo o que dizem corresponde à realidade e pode acabar atrapalhando mais do que ajudando. Se você também anda meio confuso sobre esse assunto, não se preocupe, pois não é o único. Essa dúvida é bastante comum, mesmo entre aqueles que possuem um e-commerce já há algum tempo.

    O problema é que muitos não entendem que não basta atrair um número enorme de visitantes para o seu e-commerce para obter o retorno que esperam. O importante é conseguir transformar essas visitas em algo palpável, ou seja, é preciso de ações que, realmente, viabilizem a otimização do número de conversões para o site.

    Mas, como conseguir isso? É o que vamos ver a partir de agora. Fique de olho no nosso post e saiba um pouco mais sobre taxa de conversão no e-commerce. Preparado? Então boa leitura e esperamos que consiga extrair o máximo de proveito.

    O que é taxa de conversão afinal?

    É importante esclarecer que a taxa de conversão não, necessariamente, tem a ver com a quantidade de pessoas que visitam o seu site, mas sim com o percentual de visitantes que, realmente, executam alguma ação previamente planejada em suas campanhas de marketing digital.

    Portanto, sua taxa de conversão é uma métrica que permite que você enxergue claramente se suas metas estão sendo alcançadas, isto é, se suas estratégias de marketing estão gerando os resultados esperados.

    Alguns exemplos de estratégias utilizadas para aumentar a taxa de conversão do seu comércio eletrônico podem ser:

    • responder algum questionário;
    • assinar uma newsletter;
    • assistir um vídeo;
    • compartilhar um link;
    • fazer o download de um e-book;
    • ou, mesmo, incentivar a compra de algum produto ou serviço.

    Como calcular a taxa de conversão no comércio eletrônico?

    O cálculo da taxa de conversão não é algo complicado de se fazer, basta seguirmos uma fórmula básica para chegarmos ao resultado da seguinte forma:

    Taxa de conversão= número de vendas / total de vendas, ou melhor, a quantidade de clientes que efetuaram uma compra / visitantes X 100.

    Para efeito de exemplificação, suponhamos que seu comércio eletrônico tenha recebido 5.000 visitantes e, desse total, tenha conseguido 50 conversões em um determinado período de tempo. De acordo com nossa fórmula o valor da taxa de conversão seria:

    50(conversões) / 5000 ( visitantes) = 0,01 x 100= 1%

    Qual é a taxa de conversão ideal em um e-commerce?

    Essa é uma questão bastante relativa, pois a taxa de conversão ideal sempre pode variar de negócio para negócio e de acordo com o planejamento estratégico da empresa, mas alguns especialistas dizem que as taxas de conversão com média entre 1% e 2% são bastante otimistas e não devem ser negligenciadas.

    Mas, se não estiver satisfeito com os resultados da sua taxa de conversão você pode empregar algumas estratégias para melhorar o percentual de conversão no seu e-commerce. É isso que vamos ver no nosso próximo tópico. Vamos lá?

    Como posso melhorar a taxa de conversão do meu comércio eletrônico?

    Vejamos então algumas ações importantes que podem auxiliar significativamente o aumento da sua taxa de conversão no comércio eletrônico:

    Criação de landing pages personalizadas

    Vivemos em uma época em que as pessoas estão cada vez mais focadas no “eu” e em busca de produtos mais exclusivos, que possuam identidade única e possam atender suas reais necessidades.

    Se analisarmos de forma analítica esse novo comportamento do consumidor, verificamos que a criação de landing pages personalizadas é a melhor forma de conversar diretamente com o seu público-alvo, atrair as pessoas certas para o seu tipo de produto ou serviço e, consequentemente, aumentar a sua taxa de conversão.

    A sua landing page deve dialogar com seu público de forma bastante clara e atrativa para levá-lo a dar o próximo passo, que é realizar uma compra, por exemplo. Além do mais, a personalização é uma das estratégias mais eficientes para fidelização de clientes, pois uma vez que você consiga convertê-los será bem mais fácil continuar uma relação mais duradoura com eles.

    Adoção de medidas para nutrição de leads

    Para melhorar a taxa de conversão no comércio eletrônico é necessário saber, primeiramente, de que forma os seus atuais visitantes estão se comportando em cada estágio do funil de vendas e verificar se não há algum furo nesse funil que esteja prejudicando a conversão dos leads.

    O principal objetivo do funil de vendas é levar o seu potencial cliente pela jornada de compras até que a venda seja realizada. Se houver qualquer problema com a otimização do seu funil, provavelmente, seus leads estarão escapando em algum momento do processo.

    Para que o seu funil de marketing consiga manter seus visitantes bem nutridos é necessário otimizá-lo corretamente para que ele possa atrair mais prospects voltados para o interesse do seu negócio, alimentá-los com conteúdos relevantes em cada estágio de forma a fazê-los perceber que precisam suprir alguma necessidade e, finalmente, torná-los clientes fiéis por mais tempo.

    Portanto, é necessário adotar as medidas certas para a nutrição de leads tanto no topo, meio e fundo do funil para não deixar escapar nenhuma oportunidade de conversão.

    Realização de testes A/B

    Os testes A/B e a taxa de conversão formam um par perfeito, pois um auxilia o outro e ajudam a compreender melhor como anda o relacionamento dos seus visitantes com seu e-commerce.

    Os testes sempre foram uma parte bastante importante para que se saiba se uma página de vendas está ou não convertendo o número de leads ideal para o seu negócio.

    Geralmente, os itens mais testados nessa estratégia para verificar se os visitantes estão realizando as ações esperadas são em relação às cores, formas, tamanho e posicionamento dos botões, como também as imagens e textos das suas landing pages, design do site, qualidade do CTA, o número de campos a serem preenchidos em seu formulário, dentre muitos outros.

    O teste A/B é uma ferramenta bastante poderosa para ajudar a aumentar a taxa de conversão, porém sempre busque realizar um teste de cada vez para que assim tenha uma amostragem mais fidedigna desses testes.

    Outro fator importante que não pode ser esquecido de maneira alguma ao realizar testes A/B é que é fundamental conhecer bem suas personas, pois sabendo quais são seus problemas mais fundamentais você pode realizar testes mais precisos e tomar decisões com base em informações mais concretas em vez de agir apenas a partir de suposições ou erros e tentativas.

    Além do mais para aumentar a taxa de conversão no comércio eletrônico, não basta apenas pensar em números aleatórios. Precisamos lembrar que estamos lidando com pessoas reais, com necessidades e interesses específicos e que buscam obter a melhor experiência possível ao entrar em contato com seu negócio.

    Gostou do nosso post? Então também vai gostar de ler nosso artigo E-commerce e loja física: entenda quais são as diferenças! Aproveite a leitura agora mesmo, garantimos que será um ótimo aprendizado para você!

    Categorias:
      E-commerce  Mercado  
    esse post foi compartilhado 0 vezes
     000
    Sobre

     Nathalia Pimentel

      (13 posts)