Comentários

    SmartWatches: por que desenvolver aplicativos integrados?

    Você já pensou em alguma estratégia voltada para os SmartWatches? Então, não deixe de ler o nosso post!
    By Nathalia Pimentel

    Com o crescimento da imersão digital e da internet das coisas, nas tendências tecnológicas não se fala em nada além dos smart gadgets. Mas, afinal, o que são eles? Em português, chamaríamos de objetos tecnológicos inteligentes.

    Esse conceito envolve, principalmente, a digitalização dos objetos de nosso uso cotidiano, como óculos, geladeiras e até mesmo roupas. Atualmente, os relógios inteligentes (SmartWatches) são a novidade do momento.

    Empresas como Apple e Google estão investindo pesado para que todas as pessoas possuam um SmartWatch no futuro. Portanto, não é difícil prever que, nos próximos anos, eles se tornarão tão populares quanto os tablets. Por isso, preparamos este post especialmente para você conhecer o que eles são, qual a sua relevância para a sua empresa e como eles são desenvolvidos.

    ​O que é SmartWatch?

    Um SmartWatch é um dispositivo portátil projetado para ser usado no pulso, assim como um relógio tradicional. Os SmartWatches, no entanto, como os smartphones, possuem telas sensíveis ao toque, aplicativos de suporte e, muitas vezes, registram a frequência cardíaca e outros sinais vitais.

    O Apple Watch, bem como vários outros modelos de Android Wear, tem cada vez mais consumidores, que veem o valor de usar um mini computador no pulso. Afinal, os seres humanos usam relógios há séculos, por isso faz todo sentido empacotar a tecnologia móvel mais recente nesse objeto de uma forma conveniente.

    Se você você ainda não os conhece muito bem, vamos tratar mais um pouco deles:

    Breve história do SmartWatch

    Enquanto os relógios digitais existem há décadas, as empresas de tecnologia recentemente começaram a lançar relógios com habilidades semelhantes às dos smartphones.

    A Apple, a Samsung, a Sony e outras grandes empresas de tecnologia móvel têm lançado SmartWatches no mercado, mas, na verdade, é uma pequena empresa que merece crédito pela popularização do SmartWatch moderno. Quando a Pebble anunciou o seu primeiro SmartWatch em 2013, acumulou um montante recorde de financiamento no Kickstarter e passou a vender mais de um milhão de unidades.

    O que os SmartWatches fazem?

    É importante avaliar as suas necessidades, o seu gosto estético e o seu orçamento ao escolher um SmartWatch, mas, no mínimo, ele deve exibir mensagens e notificações do seu smartphone.

    Além disso, procure os seguintes recursos em um SmartWatch:​​​​

    Aplicativos

    Além de exibir notificações do seu telefone, um SmartWatch é tão bom quanto os aplicativos que ele suporta.

    Felizmente, tanto o Google quanto os relógios da Apple dão muitas opções. Por exemplo, o Apple Watch é lançado com um aplicativo Uber, permitindo que você peça o seu carro pelo relógio inteligente, assim como aplicativos da companhia aérea que permitirão que o seu relógio atue como uma passagem de embarque digital.

    Boa vida da bateria

    Um SmartWatch deve facilitar a vida, então você não precisa recarregar constantemente. Procure um modelo com duração suficiente da bateria para ajudá-lo pelo menos um dia.

    Alguns modelos, incluindo o Pebble Steel, durarão vários dias, mas a desvantagem é uma exibição em preto e branco (em vez de cor).

    Resposta de mensagens por voz

    É realmente uma grande facilidade ter a capacidade de responder a mensagens sem retirar o seu celular do bolso.

    O aumento dos SmartWatches no mundo corporativo

    ​O mercado dos SmartWatches no mundo corporativo está apenas começando! Mas eles já estão ganhando um espaço significativo, sendo o mercado liderado pelo Apple Watch. A empresa da maçã está investindo pesado para transformar os relógios inteligentes em itens tecnológicos obrigatórios.

    É o mesmo pioneirismo que eles assumiram ao lançar o iPad: em 2009, ninguém pensava em ter um tablet. Hoje em dia, praticamente todo mundo tem, e as empresas o utilizam como ferramenta em diversas funções, desde a conferência de estoque ao controle de ponto.

    No entanto, algumas ferramentas não necessitam de uma plataforma tão grande como um tablet e podem ser transportadas para os SmartWatches, que são considerados uma tecnologia vestível, uma vez que você o porta como um acessório pessoal de vestimenta. Então, a grande tendência é que essa nova tecnologia não substitua os smartphones e os tablets, mas se integre a eles, facilitando muitas de suas funções.

    Segundo a IDC (International Data Corporation), o mercado consumidor para esses novos gadgets acumulará um crescimento de 31% nos próximos cinco anos. Além disso, espera-se que o número de usuários chegue a 152 milhões. Grande parte desse número será de empresas que farão uso corporativo do SmartWatch.

    Para se ter uma ideia, em 2016, 2,6 milhões de dispositivos foram vendidos para fins corporativos, e espera-se que esse número cresça para 11,6 milhões em 2021.

    A IDC ainda observou que muitos executivos já usam esses relógios no trabalho, principalmente para facilitar o acesso a notificações de e-mail, simplificar a resposta a mensagens e ganhar diversas informações pessoais. Algumas empresas, inclusive, estão dando SmartWatches para os colaboradores em algumas tarefas específicas.

    Exemplos de uso

    Repositório de ideias

    A inspiração ataca o tempo todo. Os SmartWatches darão a capacidade de ditar uma nota rápida para que você possa expandir esse pensamento mais tarde. Serviços como o Evernote e o OneNote permitem que você adicione rapidamente uma nota via voz enquanto estiver em movimento.

    Você também pode verificar as notas atuais ou fazer lembretes de várias tarefas diferentes sem precisar tirar o seu telefone do bolso. Use o aplicativo de lembretes da Apple ou algum outro serviço favorito para garantir que nada seja perdido. Não importa o seu serviço favorito, existem várias maneiras de garantir que esses pensamentos fugazes sejam documentados para uso posterior.

    Uma ferramenta de viagem

    Em muitos negócios, é necessário fazer viagens a trabalho. Atualizações de serviços, como o TripIt, podem garantir que você não perca detalhes importantes do itinerário. Além disso, os alertas do calendário e a possibilidade de abrir um mapa são facilitadas pelos relógios inteligentes.

    Gerenciadores de tarefa

    Os smartphones eliminaram a necessidade de organizar as tarefas diárias em pedaços de papel. No entanto, nem sempre é conveniente checar o seu telefone, especialmente se as suas mãos estão cheias. Essa é outra área na qual um SmartWatch é o companheiro ideal. Com apenas uma olhada, você pode verificar as tarefas pendentes e extrair notas essenciais de reunião.

    As principais plataformas de SmartWatch compatível

    Atualmente, contamos com duas plataformas principais de SmartWatches: Google Wear e Apple Watch. Cada uma tem as suas características particulares, sendo realmente difícil para um leigo comparar. Por isso, resumimos alguns pontos para que você saiba o que cada uma pode fazer:

    Compatibilidade de dispositivo

    Se você possui um aparelho Android, quer um SmartWatch que esteja executando o sistema operacional Android do Google para aproveitar os benefícios do Google Now. Apesar disso, os relógios Android têm vindo também com compatibilidade com os sistemas iOs dos iPhones. Por outro lado, se você estiver considerando um Apple Watch, realmente só faz sentido se tiver um iPhone (versão 5 ou posterior).

    Interface

    O Android Wear tira muito do Google Now, o “assistente pessoal” inteligente que oferece informações atualizadas sobre o clima, a sua viagem, as suas buscas recentes do Google e muito mais.

    Se você possui um SmartWatch Android Wear, pode esperar que as atualizações baseadas em seu contexto sejam exibidas na tela. Além disso, navegar na interface do Android Wear é fácil: você simplesmente desliza os dedos para passar de uma tela para outra.

    A Apple Watch UI é bastante diferente da interface Android Wear. Por um lado, a tela inicial exibe o tempo, bem como os aplicativos instalados (representados por ícones em forma de bolha). É uma configuração atraente e colorida, embora muitos usuários considerem a interface bem pesada para os olhos.

    Para acessar um aplicativo, basta tocar em seu ícone. Para voltar para a tela inicial, você pressiona a “coroa digital”, um nub no lado do rosto do relógio, que também pode rolar, ampliar e sair do conteúdo na tela.

    Como o Android Wear do Google, a interface Apple Watch incorpora navegadores para obter informações e atualizações fáceis e rápidas de suas aplicações. Aliás, a Apple chama essa característica de Glances. Para vê-las, você desliza o dedo para cima da exibição do relógio. A partir daí, pode deslizar por várias notificações ou tocar em uma para entrar em um aplicativo e obter mais informações.

    Controle de voz

    O Android Wear oferece suporte para uma série de comandos de voz que funcionam como atalhos no seu SmartWatch. Você pode definir lembretes, enviar mensagens curtas de texto e abrir as instruções. Não há alto-falante embutido, mas tecnicamente é possível atender a uma chamada do relógio.

    Com o Apple Watch, você pode responder a mensagens por meio da voz e fazer perguntas à Siri exatamente como faz no iPhone. Você pode até fazer uma ligação rápida graças ao alto-falante embutido.

    Apps

    Tanto o Android Wear quanto o Apple Watch têm muitos aplicativos compatíveis, e o número só continuará a crescer.

    Há uma seção de Android Wear dedicada na Google Play Store, e ali você encontrará apps da Amazon e de outras lojas, além de inúmeros apps que auxiliam na produtividade.

    O Apple Watch tem muitos aplicativos de alta qualidade em seu arsenal, como o Productive, que faz uma lista de tarefas e de prioridades, enviando lembretes para que você não se esqueça de absolutamente nada.

    Resumindo

    Ambas as plataformas têm os seus pontos fortes e fracos. A partir de agora, o Apple Watch suporta mais dos aplicativos que você provavelmente usará e oferece uma interface única e visualmente atraente. O Android Wear do Google, por outro lado, tem um aspecto mais limpo e maior variedade de opções de controle de voz.

    Se você está pronto para comprar um SmartWatch, em última análise a escolha se resume a qual smartphone já possui e quais recursos são mais importantes para você. Em qualquer caso, espere ver melhorias em ambas as plataformas.

    Aplicativos integrados

    Os aplicativos integrados são o tipo de aplicativo mais comum. Eles são criados para plataformas específicas e estão em linguagem que a plataforma aceita, por exemplo, Swift e Objective-C, para aplicativos iOS, e Java, para aplicativos originais do Android.

    Os aplicativos integrados também são criados usando o ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) específico para os sistemas operacionais fornecidos.

    Tanto a Apple quanto o Google oferecem aos desenvolvedores de aplicativos as suas próprias ferramentas para aplicativos e desenvolvimento, elementos de interface e SDK.

    A maioria das empresas vai investir no desenvolvimento de aplicativos integrados por causa da infinidade de benefícios oferecidos em comparação com outros tipos de aplicativos. Aqui estão algumas vantagens:

    • os aplicativos integrados são muito rápidos e receptivos porque são criados para essa plataforma específica;
    • têm o melhor desempenho;
    • são distribuídos em lojas de aplicativos;
    • são mais interativos, intuitivos e correm muito mais suavemente em termos de entrada e saída do usuário;
    • o app integrado permite que os desenvolvedores acessem o conjunto de recursos completo de sua plataforma com qualquer otimização de desempenho que o sistema nativo tenha;
    • não é necessário conexão com a internet, embora dependa da funcionalidade;
    • em geral, melhor experiência do usuário. Para o usuário, o fluxo é mais natural, pois eles possuem padrões específicos de UI para cada plataforma.

    Separamos alguns desses apps integrados para SmartWatches para você conferir a versatilidade desses dispositivos:

    Strava

    Se você já fez uma corrida e tentou usar o seu smartphone para rastrear a quilometragem, provavelmente percebeu que essa não é a coisa mais confortável do mundo. Afinal, o celular é relativamente pesado e precisa de equipamentos especiais para se adequar à corrida.

    Com o Strava, você pode gravar seus exercícios de corrida e ciclismo por meio do seu SmartWatch. O aplicativo grava seu treino, analisa seu desempenho e o conecta com outros usuários do aplicativo. O aplicativo está disponível gratuitamente em dispositivos iOS e Android.

    Uber

    Se você utiliza o Uber no seu smartphone, vai simplesmente amar usá-lo em um SmartWatch. Lá é fazer tudo o que você normalmente faria a partir do aplicativo do smartphone! Você pode chamar os carros, verificar informações do motorista e localização, além ter estimativas de tempo de chegada.

    Se quer uma maneira ainda mais conveniente de usar o Uber com muito mais simplicidade, baixe-o em um SmartWatch. O aplicativo da Uber está disponível para dispositivos iOS e Android.

    Shazam

    Durante anos, o aplicativo Shazam  tem sido uma ótima ferramenta para ajudá-lo a identificar novas músicas ou talvez para que você conheça mais o artista de uma música legal que já ouviu muito ultimamente.

    O aplicativo é simples o suficiente para usar no smartphone. No entanto, muitas vezes, você já deve ter perdido alguma música, pois gastou muito tempo tirando o celular do bolso, procurando o aplicativo e abrindo-o. Com os SmartWatches, tudo é mais simplificado — você já terá o dispositivo em seu pulso. Bastará encontrar o aplicativo e está pronto para encontrar a música que toca no ambiente.

    Importância do desenvolvimento de aplicativos no mercado

    O desenvolvimento de aplicativos é uma técnica de desenvolvimento de software para aparelhos mobile. Estes representam mudanças revolucionárias no mundo tecnológico de hoje, alterando a forma como empresas e pessoas interagem.

    Os apps atingiram tanta importância para toda empresa cujo objetivo é crescer no mercado, que devem desenvolver uma aplicação móvel que funcione em smartphones e em SmartWatches.

    Assim, muitos empresários confiam que o aplicativo móvel torne mais fácil a tarefa de se conectar com seus clientes e as ferramentas de marketing para desenvolvimento dos negócios.

    O aplicativo móvel permite aos clientes ter todas as informações ao alcance da mão. Também em algumas empresas são utilizadas as aplicações móveis empresariais criadas por elas mesmas para que os funcionários desempenhem melhor as suas funções. Entre os benefícios principais estão:

    Marketing on-the-go

    Os clientes podem acessar a sua empresa em qualquer lugar e a qualquer momento. O uso regular do seu aplicativo móvel ajuda a melhorar a marca ou o negócio, reforçando a sua marca sempre que o cliente precisar comprar algo.

    Tendência de marketing

    O aplicativo para celular se tornará uma tendência de marketing em breve. Atualmente, contam-se mais de um bilhão de smartphones no mundo e mais de 50% de dispositivos conectados à internet. Isso significa que logo as consultas do mecanismo de pesquisa serão predominantemente feitas por smartphones, em oposição aos computadores pessoais.

    Aumento das vendas

    O aplicativo contribui para gerar vendas e receita, ajudando a vender os produtos e também a conquistar novos leads para desenvolvimento do negócio. Além das vendas, a aplicação móvel dá mais autoridade à sua marca.

    Principais ferramentas para desenvolvimento de aplicativos

    WatchOS

    O Apple Watch vem com um conjunto muito rico de recursos. Do ponto de vista do desenvolvedor de app, no entanto, não expõe muitos desses recursos, e o uso do Apple Watch como dispositivo autônomo é muito limitado.

    Com a introdução do WatchOS 2, a Apple corrigiu muitas falhas da versão de lançamento inicial, mas as APIs NFC e o Bluetooth permanecem inacessíveis para os desenvolvedores.

    O desenvolvimento de WatchOS requer uma conta de desenvolvedor da Apple, Xcode, o WatchKit SDK, e uso de Swift ou de Objective-C.

    Android Wear

    Android Wear é o spin-off do Android para os dispositivos vestíveis e, como tal, é livre como plataforma para empresas que produzem SmartWatches. Há uma vasta gama de SmartWatches alimentados pelo Android Wear, como o Motorola Moto 360, o LG G Watch, o LG Watch Urbane, o LG Watch R, o Asus Zenwatch 2, o Sony Smartwatch 3 e o Samsung Gear Live.

    Embora seja possível acessar a API Bluetooth, a API NFC ainda não parece estar implementada. Um SmartWatch Android Wear pode ser emparelhado com dispositivos Android ou iOS, e vários SmartWatches podem ser emparelhados com um dispositivo Android ao mesmo tempo.

    Tizen

    Tizen é um sistema operacional suportado pela Samsung e, como tal, é executado apenas em alguns de seus SmartWatches. Como, no momento, não é a plataforma mais emocionante para os consumidores, parece muito promissor da perspectiva do desenvolvedor.

    Os desenvolvedores autônomos têm acesso às ferramentas completas da API Tizen, incluindo APIs NFC e Bluetooth. Os SmartWatches Tizen podem ser emparelhados com dispositivos Android, iOS e Tizen, e até mesmo suportar funcionalidades autônomas, dependendo do modelo. O desenvolvimento requer o SDK Tizen, que inclui uma versão personalizada do Eclipse, usando HTML5, CSS, JavaScript, C e C++.

    Como você deve ter percebido, atualmente existe um mundo muito rico relacionado aos SmartWatches. As perspectivas de crescimento são reais e promissoras, além de as ferramentas serem cada vez melhores e oferecerem várias soluções para o usuário.

    Por isso, é essencial que as empresas desenvolvam aplicativos integrados para esses gadgets, tanto para uso interno (para aumento da produtividade) quanto para disponibilizar a seus clientes como aplicativo.

    Você sabia desse potencial todo dos SmartWatches? Não? Se quer ficar em dia com todas as tendências do mundo digital para a sua empresa, não deixe de assinar a nossa newsletter!

    Categorias:
      Sistemas  
    esse post foi compartilhado 0 vezes
     000
    Sobre

     Nathalia Pimentel

      (34 posts)