Comentários

    Confira 6 dicas para criar um aplicativo profissional

    Criar um aplicativo profissional não é tão simples. Confira nossas dicas para entender como fazer isso corretamente!
    By Rafael Franco

    O mundo está cada vez mais mobile, o que gera nas empresas a necessidade de criar um aplicativo profissional para acompanhar todo esse movimento e não perder clientes que utilizam preferencialmente essa plataforma.

    Com a ascensão da tecnologia e da internet, o consumidor está conectado em tempo integral por meio de dispositivos móveis, tais como smartphones e tablets, sendo que boa parte dos aplicativos vem ajudando a otimizar as suas rotinas, além de proporcionar momentos de lazer e cultura.

    Esse fato só mostra o quanto é preciso que os negócios, de qualquer segmento, façam parte rapidamente desse cenário. No entanto, criar um aplicativo não uma tarefa tão simples assim.

    Podemos dizer que é preciso avaliar diversos pontos para criá-lo, dentre eles o desenvolvimento de uma solução que atenda às necessidades da empresa, tanto quanto as de seus clientes.

    Por isso, preparamos este post para lhe ajudar com 6 dicas para que você consiga criar um aplicativo profissional sem erro! Confira!

    1. Se preocupe com a aparência

    Saiba que não adianta nada criar um aplicativo profissional, com as mais diversas funcionalidades, que atendam muito bem as necessidades do cliente, se a sua aparência não for a mais adequada.

    Via de regra, a tendência é que as pessoas julguem o aplicativo pela sua aparência, sendo que a primeira impressão relativa à qualidade será pelo que estão vendo.

    Por isso, preze por implementar boas práticas, como escolher as melhores imagens, com ícones que sejam bem desenhados, em um contexto em que tudo isso consiga combinar e ajudaro usuário a ter a melhor experiência possível.

    Isso não significa que o aplicativo não precisa ser funcional, desde que ele tenha uma boa aparência. O que queremos mostrar é que ela é o primeiro passo para convidar o usuário a utilizá-lo.

    Depois disso, o próprio cliente vai ter condições de avaliar o quanto o aplicativo se tornou relevante em sua vida.

    2. Escolha as funcionalidades corretas

    Da mesma forma, não adianta investir em uma aparência atraente, se o aplicativo não atende o cliente, no que diz respeito a ter funcionalidades que suprem as suas necessidades.

    O motivo é simples: imagine o cliente utilizando o aplicativo, que chamou a sua atenção por tê-lo atraído visualmente.

    Porém, quando tenta acessar as funcionalidades, percebe que nada do que tem ali o atende, ou seja, o aplicativo não servirá para resolver os seus problemas, tampouco otimizar sua rotina. Isso pode gerar uma grande decepção, não é mesmo?

    Assim, é preciso dedicar atenção para as funcionalidades que serão incluídas no aplicativo, formando a solução. Saiba que elas precisam resolver as necessidades reais dos clientes, ajudando-os a superar uma ou mais dores.

    Caso ele não atenda essa proposta, a sua utilidade será praticamente nula.

    3. Pense nas atualizações

    Outro ponto que deve ser pensado ao criar um aplicativo profissional é na frequência de sua atualização, que deverá ser constante.

    As coisas mudam rapidamente e é preciso que qualquer ferramenta tecnológica acompanhe essas mudanças. Saiba que isso é considerado um dos grandes diferenciais para conseguir manter os usuários sempre engajados.

    Afinal, se todas as vezes que eles acessarem o aplicativo, encontrarem a mesma coisa, pode ser que julguem que o aplicativo perdeu a sua utilidade, aliado ao sentimento de que já não é algo tão atual.

    Ou seja, é possível que seja criada a percepção de que ele não faz mais diferença em suas vidas e, assim, poderá ser abandonado. Mais grave, o usuário pode substituir o aplicativo, instalando soluções de concorrentes.

    4. Ofereça um conteúdo que seja relevante

    Ainda na linha de atender as necessidades do cliente, podemos dizer que disponibilizar um conteúdo que seja relevante para o seu dia a dia, ajudará muito a criar a visão de que o aplicativo é útil, além de criar uma boa imagem de profissionalismo para o próprio negócio.

    O público consumidor de produtos online tornou-se cada vez mais exigente, sendo detentores de plena capacidade em identificar o que é de qualidade e o que não é.

    Portanto, não subestime nem tente “enganar” o seu público, oferecendo conteúdos que sejam inúteis apenas para preencher o aplicativo com informações.

    Nesse sentido, é preciso entender que, para que o cliente dê o devido valor ao aplicativo, será necessário oferecer algo que realmente seja relevante.

    5. Atente-se para a escrita

    Obviamente que assim como tudo no mundo dos negócios, escrever corretamente é outro cuidado que é preciso ter ao criar um aplicativo profissional.

    Qualquer erro que esteja relacionado a esse pilar, elimina toda a credibilidade que a empresa possui, além de prejudicar o uso do próprio aplicativo.

    Portanto, tenha em mente que, a princípio, não será preciso se preocupar com muitos detalhes, desde que o básico seja realizado, mantendo a escrita correta no conteúdo do aplicativo.

    6. Procure uma empresa especialista

    Assim como falamos no início desse texto, criar um aplicativo não é algo tão simples e nem de longe é uma tarefa que pode ser feito no improviso ou por amadores.

    Nesse sentido, a sugestão é que você procure por empresas que são especialistas no assunto e já possuem certa experiência na área. Dessa forma, você estará bem assistido no desenvolvimento.

    Há também a alternativa de utilizar plataformas ou contratar programadores independentes para essa demanda. Porém, o risco de não atingir o resultado esperado precisa ser considerado ao usar uma dessas estratégias.

    Outro ponto importante que é preciso dedicar atenção ao escolher uma empresa para desenvolver o seu aplicativo profissional, é verificar atentamente seu portfólio. Ou seja, confira quais aplicativos já foram desenvolvidos por ela e a receptividade do mercado aos produtos.

    Somente assim será possível ter uma prévia da qualidade dos seus serviços.

    Além do mais, procure entender que tipo de suporte a empresa oferecerá após o aplicativo ser entregue. Saiba que é importante ter esse tipo de assistência, principalmente no início das operações do aplicativo, até o usuário se habituar em como utilizá-lo e atualizá-lo.

    Agora que você já sabe o que levar em consideração no momento de criar um aplicativo profissional, conheça os 6 erros para evitar ao nomear seu aplicativo.

    Categorias:
      Mobile  
    esse post foi compartilhado 0 vezes
     000
    Sobre

     Rafael Franco

      (58 posts)

    Rafael Franco é fundador da Alphacode, programador, especialista em TI com mais de 15 anos de mercado, apaixonado pela tecnologia e como ela pode influenciar nossas vidas.