Comentários

    Criação de aplicativos: saiba o que é preciso para um app de sucesso

    Deseja criar um app que surpreenda as expectativas dos seus clientes e ainda seja um sucesso? Este post é para você!
    By Rafael Franco

    Você já pensou em tornar o seu negócio mais próximo dos seus clientes? Então considere a criação de aplicativos para a sua empresa. Afinal de contas, os apps trazem mais comodidade para os consumidores, que podem usufruir dos serviços das empresas diretamente dos seus dispositivos móveis — ou seja, eles te ajudam a expandir os seus serviços.

    Mas como criar um aplicativo de sucesso para a minha empresa? Neste post, vamos mostrá-lo como fazer um app de sucesso e torná-lo um diferencial para a sua empresa. Confira:

    Como é a criação de aplicativos?

    A criação de apps não é feita de uma só vez. Na verdade, são necessárias várias etapas, desde uma entrevista com os clientes diretos até pesquisas com os usuários, o desenvolvimento do código e a fase de testes.

    Identifique o que você quer solucionar com o app

    A 1ª etapa da criação de um aplicativo é fazer um levantamento dos problemas enfrentados pelo seu negócio e, a partir deles, definir as razões para criar o app.

    É interessante fazer um brainstorming com os funcionários da sua empresa a fim de levantar as demandas a serem solucionadas e saber o que esperar do app após ser lançado.

    Depois de listar todos os requisitos, deixe explícito qual será a funcionalidade do seu app: se ele será usado para vendas, para prestação de algum serviço ou para tornar mais estreita a comunicação com o cliente.

    É essencial ter esses itens bem definidos para ter um bom progresso nas próximas etapas.

    Defina as características do seu app

    Após ter em mente o tipo de aplicativo que você quer desenvolver, será necessário identificar as principais características que o seu app precisa ter:

    • definir para qual plataforma mobile ele será projetado (como Android, iOS e Windows Phone);
    • fazer um protótipo para o seu app;
    • apresentar as formas de navegação pelo app;
    • identificar os fatores de acessibilidade (tenha em mente que seu app pode ser usado por daltônicos, por exemplo);
    • fazer um layout de acordo com o público-alvo;
    • identificar características que tornem o seu app o mais prático possível.

    Determine o que é realmente necessário

    A criação de um software independente requer tempo e trabalho, e o objetivo é criar um app que ofereça os recursos centrais do seu negócio. Por isso, pensar em coisas muito elaboradas e complexas vai atrasar bastante o lançamento da 1ª versão do seu app.

    Como todo bom aplicativo, é preciso estar sempre o atualizando: é nesse momento que você pode inovar com novas funcionalidades e entregá-las aos usuários por meio de atualizações periódicas.

    Defina as suas ferramentas

    Um aplicativo não é só uma interface bonita! Por trás dela, há série de comandos que tornarão as suas funcionalidades eficientes. Portanto, estruturar um aplicativo não é fácil, pois requer o uso de ferramentas como:

    • diagramas;
    • guias;
    • imagens;
    • tabelas;
    • e vídeos.

    É muito importante ter conhecimento das características do seu negócio, pois estamos rodeados de ferramentas que variam em níveis de complexidade.

    Quando já se tem um estudo do perfil da sua empresa, podem-se escolher de forma concisa as melhores ferramentas que deverão ser usadas em todo o processo de desenvolvimento do aplicativo e torná-lo mais prático.

    Defina o design do seu app centrado no usuário

    A interface do seu aplicativo deve ser direcionada para quem vai usá-lo. Então crie protótipos para ilustrá-la e faça consultorias. Depois disso, defina as telas do seu aplicativo, como será feita a navegação dentro do app.

    Defina, por fim, os botões, os ícones, as cores, as fontes e o menu de modo estratégico para prender a atenção o usuário.

    Jamais invista em uma interface barata. Afinal, ter um aplicativo visualmente bonito transmite segurança e qualidade ao cliente.

    Incremente o seu app de forma gradual

    Quando der início ao processo, não é viável pensar em tudo que o seu app pode ser capaz de fazer, e sim o que ele precisa fazer agora.

    À medida que você recebe feedbacks e avaliações dos usuários sobre o seu aplicativo, você poderá usar essas ideias antigas para fazer incrementos no seu app com novas funcionalidades. Afinal, depois de lançado, você pode disponibilizar atualizações recorrentes, tanto para inovar quanto para corrigir falhas.

    É muito importante ter conhecimento da experiência dos usuários. É por meio dela que você descobre falhas e desenvolve ideias para conquistar novos usuários: os seus clientes são seus melhores testadores, e eles gostam de coisas novas, dinâmicas e práticas.

    Por isso, é importante disponibilizar atualizações para o seu aplicativo e não deixá-lo estagnado.

    Como é a equipe envolvida na criação de um app?

    Após contratar uma empresa para desenvolver a sua aplicação, busque se informar sobre projetos e outras experiências da empresa para ter noção do grau de desenvolvimento de software que ela possui.

    A criação de aplicativos está cercada de problemas como:

    • custo;
    • dificuldade de manutenção;
    • falta de compatibilidade com a plataforma;
    • e produtos entregues diferentemente do combinado.

    Por isso, é fundamental que seu app seja desenvolvido por profissionais com bastante experiência em software. E, entre esses profissionais, encontram-se:

    Designers e Arquitetos de informação

    São os profissionais responsáveis por definir a interface do app, por desenhá-la e por desenvolver estratégias para a criação do layout.

    Analistas de sistema

    São os responsáveis por identificar as dificuldades do seu negócio para listar os requisitos do sistema a ser desenvolvido. Em alguns casos, também atuam como programadores.

    Arquitetos de software

    Possuem responsabilidades sobre as partes mais complexas do projeto, definem a arquitetura técnica que melhor atende às necessidades do app, além de atuarem como programadores, na maioria das vezes.

    Programadores

    São os profissionais que vão transformar os requisitos do sistema em código e vão integrá-lo com um banco de dados e uma interface gráfica para manipular as informações.

    Analistas de banco de dados

    Em grandes projetos de software, eles são responsáveis por definir uma estrutura para o banco de dados e as melhores opções para manipular as informações. Em softwares menores, essa tarefa pode ser feita pelos próprios programadores.

    Testadores

    Eles fazem a validação dos requisitos implantados e reportam a ocorrência de falhas, se houver. Em projetos pequenos, os analistas do sistema podem executar essa tarefa.

    Gerente de projeto

    Ele tem o papel de coordenar todo o projeto, definir um cronograma, delegar tarefas e acompanhar as etapas do projeto.

    Percebeu como é complexa a criação de aplicativos? São várias etapas, muita técnica e muito pessoal envolvido. Por isso, não devemos nos arriscar a montar uma equipe interna ou delegar para uma empresa de pouco renome.

    É essencial contar com uma empresa com infraestrutura e pessoal especializado em cada um dos papéis que falamos aqui. Somente assim, você poderá garantir que um app te ajudará na tarefa de captar e fidelizar clientes em vez de gerar dor de cabeça.

    Você já imaginou que fazer um aplicativo poderia ser tão complexo? Então, não é possível deixar essa estratégia tão importante nas mãos de quem você não confia. Por isso, fizemos um post para você compreender os cuidados ao escolher um desenvolvedor de apps!

    Categorias:
      Mobile  
    esse post foi compartilhado 0 vezes
     000
    Sobre

     Rafael Franco

      (58 posts)

    Rafael Franco é fundador da Alphacode, programador, especialista em TI com mais de 15 anos de mercado, apaixonado pela tecnologia e como ela pode influenciar nossas vidas.